PREVALÊNCIA DE INSUFICIÊNCIA RENAL AGUDA EM PACIENTES CRÍTICOS INTERNADOS EM UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA

Ruy de Almeida Barcellos, Cláudia Rodrigues Araújo

Resumo


A insuficiência renal aguda é responsável por aproximadamente 50% dos casos de falência renal, que dentro de uma Unidade de Terapia Intensiva pode acometer de 30 a 45% dos pacientes internados. Apesar de ser uma lesão reversível sua taxa de mortalidade é de 70%. O objetivo desta pesquisa foi mensurar a prevalência de insuficiência renal aguda em pacientes críticos internados em unidades de terapia intensiva de um hospital De alta complexidade Trata-se de um estudo transversal,, onde os dados foram coletados através de prontuários dos anos de 2015 e 2016. A prevalência de Insuficiência Renal Aguda foi de 6,88% 3,4% respectivamente nos anos pesquisados, com uma taxa de mortalidade de 74% em 53,3%. A insuficiência renal aguda é uma disfunção orgânica prevalente em Unidade de Terapia Intensiva associada à alta mortalidade.


Palavras-chave


Unidade de Terapia intensiva, Lesão renal aguda. Prevalência.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Espaço Ciência & Saúde